sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO

QUAL É O MELHOR SISTEMA ELÉTRICO PARA O BRASIL NA ATUALIDADE? DÊ A SUA OPINIÃO

 

Perguntas e respostas para informá-los a respeito de nossa atual situação

 

PERG.: "E se não chover, será que vai faltar energia?" Essa foi a pergunta mais comentada, nos últimos meses, pelos brasileiros. Qual o motivo?
RESP.:  A estiagem nesse período afeta o sistema elétrico brasileiro que depende muito das hidrelétricas (cerca de 90% da geração elétrica em 2012) e essas, por sua vez, da quantidade de chuvas para abastecer os seus reservatórios e, dessa forma, gerar energia.

PERG.: Para que servem esses reservatórios?
RESP.: Para armazenar a água das chuvas; desse modo, quando houver estiagem, essa água poderá ser utilizada para "compensar" a sua falta durante esse período, servindo como um tipo de "regulador" do abastecimento de energia.

PERG.: E se a quantidade de água nos reservatórios, ou até mesmo a quantidade destes, não for suficiente para atender a demanda energética nos períodos de estiagem, o que deve ser feito? Poderíamos ligar as usinas eólicas se tivessemos um parque com potência instalada suficiente para atender a demanda?
RESP.: Nesse período específico (de chuvas), não seria a melhor opção e, provavelmente, não "dariam conta do recado", pois as usinas eólicas são indicadas como complementares às hidrelétricas nos períodos de seca, quando os potenciais eólicos são maiores, que não é o caso atual.
Além disso, mesmo nos períodos de maior potencial, não há garantias de que o vento estará "a todo vapor" e adequado à demanda, pois, vai depender das condições climáticas do momento. Fontes que dependem das condições climáticas, como a eólica e a solar, não têm o perfil de "garantir" o fornecimento seguro de energia, pelo menos até o momento, com a tecnologia de armazenamento disponível. 
Devemos, portanto, utilizar outro tipo de energia que possa ser armazenada de alguma forma para ser utilizada nesses casos ou pensar em voltar a construir novas hidrelétricas com reservatório. O Brasil está utilizando as UTE (usinas termelétricas) a combustíveis fósseis; nesse caso, a energia está armazenada no próprio combustível e será liberada quando ele for queimado.

PERG.: Mas as termelétricas a combustíveis fósseis não são poluentes e mais caras?
RESP.: Sim. Mas, numa situação de emergência, para não haver apagão, elas são acionadas. Para se ter uma ideia de sua importância em nossa matriz energética, em 2001 elas praticamente não existiam e deu no que deu: apagão!

PERG.: Quais são as outras opções que temos para "garantir" esse fornecimento?
RESP.: Temos as polêmicas usinas nucleares (que também são térmicas).

PERG.: E as usinas térmicas a biomassa, por exemplo bagaço de cana, não podem ajudar?
RESP.: Podem e devem ser incentivadas, porém, de novo, dependem da safra, ou seja, também dependem das condições climáticas.

A partir dessa discussão e da importante matéria publicada pelo Estadão, dê a sua opinião no espaço dos comentários abaixo. A questão a ser debatida é:
O que devemos fazer para "garantir" o fornecimento de energia e evitar apagões? 
Voltar a construir hidrelétricas com reservatório; construir, e ligar por mais tempo, as térmicas a combustíveis fósseis; optar pelas nucleares.........



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blog 8 - Cadastro de Blogs